sábado, 5 de janeiro de 2013

Lições Bíblicas Juvenis — Que Livro!

Antes de tudo, gostaria de pedir desculpas aos leitores do blog por ter deixado esse espaço parado por tanto tempo! Mas, agora, em 2013, pretendo voltar a publicar comentários sobre as lições bíblicas e outros assuntos que nos convém comentar. Obrigado pela compreensão!




"Buscai no livro do SENHOR e lede..." (Isaías 35.16a)

É exatamente a essa atitude que queremos inspirar nossos alunos: Buscar no livro do Senhor. Essa lição nos leva a expôr curiosidades, riquezas e maravilhas bíblicas que geram no ouvinte um maior interesse e estimação pela Bíblia.

De onde veio a palavra Bíblia?

Bom, o termo "Bíblia" é usado para se referir aos escritos sagrados dos cristãos, ou seja, Antigo e Novo Testamento. Mas, então, o que significa Bíblia? A palavra “Bíblia” vem do termo grego biblia (“livros”), forma diminutiva de biblos (“livro”), denotando o papiro (tipo de papel da antiguidade que era extraído da entrecasca de uma planta aquática desse mesmo nome) ou o pergaminho. O papiro e o pergaminho são citados nas Escrituras em Jó 8.11 e 2 Tm 4.13.

Qual é a Bíblia dos judeus?

É exatamente igual a nossa, mas sem o Novo Testamento. Em outras palavras, ela possui apenas o Antigo Testamento,que é dividido em três seções: Torah (A Lei), Nebhiim (Os Profetas) e Ketubim (Os Escritos). Jesus citou essas três seções (Lc 24.44), onde Salmos representa os Escritos. Por conta de alguns grupos de livros serem contados como um só, a Bíblia dos judeus possui 24 livros.

Conhecendo melhor a nossa Bíblia

A Bíblia possui 66 livros e é dividida em duas partes: Antigo testamento — 39 livros — e Novo Testamento — 27 livros. O AT foi escrito, quase completamente em hebraico, somente alguns trechos foram escritos em aramaico. O NT foi escrito em grego (koine).

O AT evangélico possui 39 livros, já o católico, tem 7 livros a mais, além de acréscimos a alguns livros. Os acréscimos no cânon católico são considerados apócrifos¹ pelos evangélicos.

Livros e seções do AT

Seções do AT
Livros do AT
Lei ou Pentateuco
Gênesis a Deuteronômio
Históricos
Josué a Ester
Poéticos
Jó a Cantares
Proféticos
Isaías a Malaquias

Novo Testamento

Seus 27 livros estão divididos em 4 partes — Evangelhos, Histórico, Doutrinários, Profético.

Livros e seções do NT

Seções do NT
Livros do NT
Evangelhos
Mateus a João
Histórico
Atos dos Apóstolos
Doutrinários
Romanos a Judas
Profético
Apocalipse


Para auxiliar na lição, você pode visitar o site da SBB, que contém algumas curiosidades bíblicas:
http://www.sbb.org.br/interna.asp?areaID=69

O tema que une toda a Bíblia: Jesus

Cristo é o tema central das Escrituras. O AT faz a preparação para Ele, e através de tipos e profecias, o prediz. Os Evangelhos apresentam sua manifestação e obra redentora.  Em Atos Ele é proclamado. Nas Epístolas, Seu ensino é explicado. Apocalipse O revela como a consumação de todos os planos e propósitos de Deus. Jesus está em toda a Bíblia! "Da descendência da mulher" (Gn 3.15) prometido no paraíso, ao "Alfa e Ômega" (Ap 22.13).

Marco Antonio da Silva Filho

Conteúdo adicional: 

Quando ministrei essa lição pela primeira vez, elaborei um questionário simples e bem-humorado. Talvez você goste e leve para seus alunos.
Aqui está: https://docs.google.com/open?id=0B2qMSiEIPrz4cVVvT3g4STN1cVU

Assista esse pequeno vídeo, que aponta Jesus em vários pontos da Bíblia:




¹ A palavra apócrifo vem do grego apochriphos e significava escondido, impuro, espúrio (não legítimo). Em 1546, o Concílio de Trento, convocado pela Igreja Católica, oficializou definitivamente a inclusão, na Bíblia, de sete livros e quatro acréscimos aos livros canônicos, como seguem: Tobias, Judite, Sabedoria de Salomão, Eclesiástico, Baruque, 1 e 2 Macabeus. Acréscimos:ao livro de Ester (10.4;16.24); Cântico dos três Santos Filhos ao livro de Daniel, de (3.24-90); História de Suzana ao livro de Daniel (capítulo 13); Bel e o Dragão ao livro de Daniel (capítulo 14).

Referências:


Dicionário da Bíblia de Almeida. Barueri (SP): Sociedade Bíblica do Brasil, 1999;


Lições Bíblicas Juvenis, A atualidade da mensagem da Bíblia, CPAD;


Manual Bíblico Unger. São Paulo: Vida Nova, 2006;


Série Apologética, Vol. I, ICP.