terça-feira, 28 de junho de 2011

Quem sou eu para julgar?

Jesus disse: "Não julgueis, para que não sejais julgados" (Mt 7.1). Quando disse isso, Cristo proibiu todo tipo de julgamento? Não! No mesmo capítulo, no versículo 15, as palavras de Jesus são: "Acautelai-vos dos falsos profetas". Para nos acautelar dos falsos profetas é necessário identificá-los. Para identificá-los, não é necessário exercer um julgamento?

Em Mateus 7.1, Jesus reprovou o julgamento calunioso, de acusações falsas ou, até mesmo, precipitado. Mas, nem todo tipo de julgamento é errado, pois, "o homem espiritual julga todas as coisas" (1 Co 2.15). Mas qual a base para um julgamento correto? A Palavra de Deus (2 Tm 3.16), que é infalível (Jo 10.35).

Na Bíblia Sagrada, podemos ver que nem todos julgamentos são considerados incorretos: "julgai todas as coisas, retende o que é bom (1 Ts 5.21). Paulo admitiu que suas palavras fossem julgadas (1 Co 10.15). Certa vez Jesus disse: "julgaste bem" (Lc 7.43). As profecias devem ser julgadas (1 Co 14.29).

O crente não pode abrir mão da verdade. A verdade deve ser dita e seguida, mas sempre com amor (Ef 4.15; 1 Co 13). Jesus Cristo é amor (1 Jo 4.8), mas também é a verdade (Jo 14.6). Falar a verdade não é ausência de amor. Paulo disse aos gálatas:" Tornei-me, porventura, vosso inimigo, por vos dizer a verdade?" (4.16).

Quem sou eu para julgar? Sou um discípulo de Cristo, que disse: "Não julgueis segundo a aparência, e sim pela reta justiça" (Jo 7.24). O verdadeiro cristão julga, examina, prova todas as coisas e retém o que é bom (1 Ts 5.21), porém, sempre baseado nas Escrituras Sagradas (At 17.11).

Marco Antonio da Silva Filho

sábado, 25 de junho de 2011

Lições Bíblicas Juvenis - Vivendo sem máscaras

A última lição do trimestre chegou. As lições nos últimos três meses tiveram o foco nos perigos do relativismo moral. A lição que encerra essa etapa trata sobre o viver com transparência, sem máscaras.

De quem me escondo
 
Existem pessoas que não vivem uma vida transparente, ou seja, vivem a esconder seus atos pecaminosos, mas só quando estão na igreja, ou na presença de algum irmão; sem esta condição, mostram sua verdadeira identidade.

Mas de quem estão se escondendo? Somente dos homens. A Bíblia diz: "Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons. O além e o abismo estão descobertos perante o SENHOR, quanto mais o coração dos filhos dos homens" (Pv 15.3,11)! O Senhor Deus é onisciente, Ele tudo conhece perfeitamente, até mesmo as intenções do coração humano. O que está encoberto será revelado, não ficará oculto para sempre (Mc 4.22).

Viver mascarado é, também, estar conformado com o mundo, desse modo, não se experimenta a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

Pecado encoberto

O que encobre as transgressões jamais prosperará (Pv 28.13). O pecado possui um prazer transitório (Hb 11.25), seu final é trágico, é a morte (Rm 6.23). "Há caminho que parece direito ao homem, mas afinal são caminhos de morte" (Pv 16.25). O pecado separa o homem de Deus (Is 59.2), logo, quem mantém pecados escondidos não consegue ter uma alegria completa, que somente se encontra na presença do Senhor (Sl 16.11).

O rei Davi chegou a manter pecados encobertos, ele cometeu adultério e um assassinato (2 Sm 11). "Porém, isto que Davi fizera foi mau aos olhos do Senhor" (v. 27). Deus teve misericórdia de Davi, e enviou a Natã, com uma repreensão, que levou Davi a reconhecer seus pecados, que levou-o à confissão e ao arrependimento (Sl 51). As consequências existiram (2 Sm 12.7-14), mas Deus o perdoou (v. 13).

Davi foi repreendido, mas não rejeitou a disciplina, a qual, conforme vimos na lição passada, não deve ser menosprezada (Pv 15.32). O escritor do salmo 119 declara algo que, muito bem, pode ter sido dito por Davi, após o perdão: "Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra. Foi bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos (vv. 67,71).

É preciso confessar

É necessário fazer como Davi: "Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu me perdoaste a iniquidade do meu pecado" (Sl 32.5). É confessando que se alcança misericórdia (Pv 28.13).

O arrependimento é indispensável. Arrependimento significa "girar ou retornar", ou seja, tornar do pecado para voltar-se para Deus. Quem se arrepende, volta-se para Deus, não apenas reconhece o erro, mas abandona o pecado.

"Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados" (At 3.19). O nosso arrependimento é a vontade de Jesus (Mc 1.14,15).

Por dentro e por fora

Quando Deus ordenou que Noé construísse a arca, mandou que ele calafetasse (tapasse as fendas) com betume por dentro e por fora (Gn 6.14). "Betume" vem de uma raiz semelhante à da palavra hebraica traduzida por "expiação" em outras partes (Lv 17.11, por exemplo). Como tal, seu uso pode ter um significado típico com respeito à expiação de Cristo, que mantém fora as águas do julgamento.

Devemos ser purificados, santificados por Cristo, completamente. Deus santifica-nos espírito, alma e corpo. Nossa santidade deve ser do interior ao exterior. Não é mostrar uma coisa e, na realidade, ser outra. É ser um imitador de Cristo (1 Co 11.1), que não só aparentava e ensinava, mas fazia também (At 1.1).

Marco Antonio da Silva Filho


Referências:

Bíblia de Estudo Almeida. Barueri-SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

CRUZ, Ivaldo; SANTOS, José Antônio dos. Pequeno Dicionário de Teologia e Temas Bíblicos, 2009.

Dicionário da Bíblia de Almeida. Barueri-SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

UNGER, Merril Frederick. Manual Bíblico UNGER. São Paulo: Vida Nova, 2006.


Também disponível no Portal ADALAGOAS

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Boa música

A música não é nova, mas possui uma linda mensagem: a esperança dos crentes em Cristo ultrapassa esta vida, se não fosse assim, seríamos os mais infelizes de todos os homens (1 Co 15.19). Estamos aguardando a volta de Cristo, que nos levará a um Santo Lugar.

Santo Lugar — Grupo Elo

Há de ter um lugar, onde o tempo há de parar.
Onde a paz se faz real, e o irreal amor não há, não.
Sei que há, pois Deus o diz eu não posso duvidar.
Mesmo que não possa imaginar, espero o dia... sim espero.

Aleluia, aleluia, no céu eu vou morar.
Aleluia, aleluia, pois Cristo vem me buscar.

Há de ter um lugar, onde lágrimas não rolarão.
Fracassado os dias maus, da vida em caos
Jamais verei, pois no lugar, santo lugar
onde o inimigo ausente estará,
Face a face a Cristo verei
E muitos verão, por isso eu canto:

Aleluia, aleluia, no céu eu vou morar.
Aleluia, aleluia, pois Cristo vem me buscar.


quarta-feira, 22 de junho de 2011

Imprimir no Marco Antonio's Blog

Agora você pode imprimir as postagens do Marco Antonio's Blog! Minha amiga Lizandra foi quem sugeriu, e eu aceitei. As postagens podem ser impressas ou salvas em PDF. Será muito bom, se você quiser guardar alguma postagem que gostou para uma eventual consulta, ou para compartilhar com alguém.

Assista ao vídeo e veja como é fácil!



Marco Antonio da Silva Filho

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Incêndio em Maceió

Hoje pela manhã, quando estava trabalhando — nesse horário, sou monitor de informática no curso de Eletrotécnica no Instituto Federal de Alagoas —, ouvi algumas explosões. Alguns alunos abriram as janelas para ver o que ocorreu. O que vimos foi um incêndio em uma loja de ar-condicionados. Alguns portais de notícias afirmaram que não houve feridos, mas vários equipamentos foram destruídos. Não se sabe a causa do incêndio, mas há suspeitas de que tenha sido um curto-circuito.

Pude tirar algumas fotos e filmar um pouco, durante o incêndio. Veja algumas fotos que tirei:




E o vídeo:



Graças a Deus, as chamas não se espalharam muito. O Instituto Federal está localizado no bairro do Poço, Maceió - AL.

Marco Antonio da Silva Filho

sábado, 18 de junho de 2011

Parabéns, Assembleia de Deus!

Há exatamente 100 anos, 18 de junho de 1911, os missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren fundavam a "Missão de Fé Apostólica", que cinco anos depois passaria a se chamar "Assembleia de Deus".

Resultado de um chamado de Deus

Vingren e Berg se conheceram nos Estados Unidos, Vingren era um pastor batista, enquanto Berg se dedicava somente ao trabalho secular, mas ambos tinham algo em comum: criam na doutrina bíblica do batismo com o Espírito Santo. Quando estavam em uma reunião de oração, em South Bend, Indiana, o Senhor falou aos jovens missionários numa mensagem profética, através do irmão Olof Uldin, que eles deveriam ir para um lugar chamado Pará, que lá o povo tinha um nível social muito simples, que eles comeriam comidas simples.

Eles tinham que pregar o evangelho num local chamado Pará, mas não sabiam onde era localizado. Então, foram até uma biblioteca para pesquisar, e descobriram que o Pará estava no norte Brasil. Eles oraram a Deus e cumpriram sua ordem. Deus proveu a quantia necessária para a viagem de forma milagrosa. Foram 14 dias de viagem, dos Estados Unidos ao Brasil, na terceira classe do navio Clement. Durante a viagem Deus confortou-os dizendo a Daniel Berg que estava com eles; uma alma foi ganha para Cristo, no navio. Chegaram em Belém do Pará no dia 10 de novembro de 1910.

No Brasil, moraram no porão da Igreja Batista. Foram aprendendo o português. Os missionários começaram a proclamar a salvação em Cristo e o batismo com o Espírito Santo como verdades das Escrituras Sagradas. As irmãs Celina de Albuquerque e Maria de Nazaré creram na mensagem pentecostal e, no dia 02 de junho de 1911, receberam o batismo com o Espírito Santo. Houve repercussão na Igreja Batista, que tachou os missionários de fanáticos, por crerem, com fervor, no batismo com o Espírito Santo. Em 13 de junho, 13 membros da igreja foram expulsos.

Os crentes que aceitavam a doutrina pentecostal, foram convocados a comparecer à residência da irmã Celina de Albuquerque, à Rua Siqueira Mendes nº 1-A. No dia 18 de junho de 1911, num domingo, com 18 pessoas mais os os jovens missionários, teve início a Missão de Fé Apostólica, que em 11 de janeiro de 1918 foi registrada oficialmente com um novo nome: Assembleia de Deus.

A chama pentecostal não se conteve em Belém, mas se espalhou por todo o país. Alcançando a vida de muitos. Hoje, a Assembleia de Deus representa cerca de 10% da população brasileira e 50% dos evangélicos. Mais importante do que o seu tamanho é o que ela vem fazendo em nosso país: milhões de vidas foram ganhas para Cristo, a Assembleia de Deus tem a marca da evangelização, mesmo em pequenos povoados, no meio do "nada", há uma Assembleia.

Fico feliz por fazer parte desta história. Fico feliz por ser o fruto de uma semente que foi plantada há muito tempo atrás. Se você também sente o mesmo, diga comigo:


Marco Antonio da Silva Filho

Lições Bíblicas Juvenis - Disciplina, precisamos dela?

Disciplina, será que precisamos dela? Tem ela algum proveito? É algo ruim? A lição deste fim de semana apresenta a importância da disciplina na vida de cada cristão.

É preciso disciplinar

Antes de tudo, o que é disciplina? Segundo o Dicionário Michaelis, "disciplina" significa ensino, instrução e educação; e "disciplinar" significa sujeitar à disciplina. Portanto, disciplinar é ensinar, instruir e educar. Será que o mundo poderia subsistir sem disciplina? Sem educação, sem correção e sem ordem não é possível que o mundo se mantenha. Do mesmo modo, a Igreja precisa de disciplina.

Não confunda disciplina com legalismo. Legalismo é a atitude que se concentra na observância rigorosa de leis e regras (extrabíblicas e antibíblicas), supondo que essa obediência é um meio de alcançar a santidade. O legalista supervaloriza o exterior, mas a aparência é uma efeito e não uma causa. A aparência é importante, mas a santificação acontece de dentro para fora, espírito, alma e corpo. Por outro lado, muitos liberalistas protestam contra aqueles que procuram preservar a disciplina (que é diferente de legalismo), conservar a sã doutrina e os bons costumes decorrentes dela, tachando-os de legalistas. Ser disciplinado não é ser legalista, muito menos, liberalista.

A disciplina é necessária no relacionamento entre pais e filhos e em qualquer instituição. Em uma empresa, os empregados não podem chegar no horário que bem entenderem, nem trabalhar com desordem, justamente porque há disciplina. Na família, os pais devem disciplinar seus filhos, corrigi-los, pois a correção e a disciplina são uma prova de amor (Pv 13.24), o pai que cuida do filho o corrige. “É natural que as crianças façam tolices, mas a correção as ensinará a se comportarem” (Pv 22.15, NTLH).

Deus também nos disciplina

Quando somos salvos (Ef 2.8,9), nos tornamos filhos de Deus (Jo 1.11,12). Se os pais devem disciplinar seus filhos e somos filhos de Deus, também não devemos ser disciplinados por Ele? O que a Bíblia diz? “Porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem recebe” (Hb 12.6). Deus nos disciplina porque nos trata como filhos, se estivermos sem correção, não somos filhos.

Quais os resultados da disciplina de Deus?

Não sermos condenados com o mundo (1 Co 11.31,32);

Nosso bem permanente e eterno, não somente bem-estar temporal, que pode ter parecido adequado ao nosso pai humano (Hb 12.10a);

Participação na santidade de Deus (Hb 12.10b).

Aceitando a disciplina

Toda disciplina, no momento, parece motivo de tristeza, não de alegria; dolorosa, e não agradável, mas, depois, produz fruto pacífico de justiça. A Bíblia, que é divinamente inspirada e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para educação na justiça (2 Tm 3.16), nos diz que o nosso coração deve ser aplicado à disciplina (Pv 23.12). Em Provérbios 23.23 está escrito: Compra a verdade, e não a vendas: sim, a sabedoria, e a disciplina, e a prudência”.  A disciplina não deve se afastar de nós, a sabedoria muito menos. Não a sabedoria humana, mas a de Deus (1 Co 2). "O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência" (Pv 9.10).

Guardar os mandamentos do Senhor prolonga nossos dias e paz (Pv 3.1,2). Com benignidade e fidelidade, acharemos graça e boa compreensão diante de Deus e dos homens (3,4). Temer ao Senhor e nos afastar do mal será saúde para nosso corpo (7,8).

"Filho meu, não rejeites a disciplina do Senhor, nem te enfades da sua repreensão" (Pv 3.11).

Marco Antonio da Silva Filho


Referências

CRUZ, Ivaldo; SANTOS, José Antônio dos. Pequeno Dicionário de Teologia e Temas Bíblicos, 2009.

UNGER, Merril Frederick. Manual Bíblico UNGER. São Paulo: Vida Nova, 2006.

ZIBORDI, Ciro Sanches. Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria. Rio de Janeiro: CPAD, 2006.


Também disponível no Portal ADALAGOAS

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Homenagem a David Wilkerson

Há pouco mais de um mês, este blog noticiou o falecimento de David Wilkerson. Porém, o trabalho que ele fez não pode ser esquecido. Para os que não conheceram a história de Wilkerson, o vídeo abaixo conta um resumo de sua vida, que foi marcada por amor e obediência a palavra de Deus. Oremos para que Deus levante mais homens que tenham amor às almas perdidas que precisam de Cristo.





"Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado" (Mt 28.19,20). Devemos cumprir essa ordem: pregar a todos, com amor e sem abrir mão da verdade.

Marco Antonio da Silva Filho

domingo, 12 de junho de 2011

Batismo — Assembleia de Deus em Alagoas

Neste domingo, 12 de junho, a Assembleia de Deus no estado de Alagoas batizou cerca de duas mil pessoas. Foi um grande evento, realizado na praia de Pajuçara, em Maceió. Estive presente e pude registrar esse momento muito bonito, e gostaria de compartilhá-lo. Abaixo, você pode ver uma apresentação de slides que mostram essa festa, além da beleza de Maceió.



Para ver o álbum com todas as fotos, disponíveis para download, clique AQUI.

Marco Antonio da Silva Filho

sábado, 11 de junho de 2011

Lições Bíblicas Juvenis - Família, melhor com ela


A lição para juvenis deste fim de semana aborda o tema: "família". Qual a vontade de Deus para a família? Existe alguma família sem erros? Como ter uma família saudável? A Bíblia nos mostra respostas para todas estas perguntas.

O mito da família perfeita

Quando Deus criou a família, não criou-a para ser imperfeita. Mas o pecado causou isso (Gn 3). Não pode-se dizer que há famílias que são perfeitas. A realidade é que todos pecaram e carecem da glória de Deus (Rm 3.23). Somente Jesus foi "tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado" (Hb 4.15). É claro que existem muitas famílias saudáveis, mas também passíveis de erros.

Um exemplo: a vida de Jacó, filho de Isaque, neto de Abraão — chamado amigo de Deus (Tg 2.23). Parecia ter tudo para ser perfeita, mas não foi. Jacó convenceu seu irmão a vender seu direito de primogenitura (Gn 25.27-34). Enganou seu pai, Isaque, passando-se por Esaú, para receber a benção no lugar de seu irmão, e contou com a ajuda de sua mãe, Rebeca (Gn 27). Esaú passou a odiar Jacó (Gn 27.41). Depois, Jacó também foi enganado por seu tio: Labão entregou a Jacó, sua filha Lia (ou Leia) antes de Raquel, a quem amava (Gn 29.18-30). Sem falar no ciúme dos primos de Jacó, por causa de sua riqueza (Gn 31.1).

Pode ser que a sua família também passe por problemas, até muito sérios. Mas permaneça confiando em Deus e no seu poder. A Bíblia diz: "A casa dos ímpios se desfará, mas a tenda dos retos florescerá" (Pv 14.11). Você pensa que a vida de Jacó acabou em com tantos problemas familiares? Não! Jacó e Labão fizeram aliança (Gn 31.43-55). Também se reconciliou com Esaú, e teve um encontro com Deus (Gn 32).

Divórcio, mal necessário?

Deus criou o homem e a mulher, disse que o homem deixaria pai e mãe e se uniria a sua mulher, tornado-se os dois uma só carne. Jesus reafirmou isso: "De modo que já não são mais dois, porém uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem" (Mt 19.6). Deus criou a família, não quer que ela acabe. O divórcio só é aceito em caso de adultério (Mt 19.9).

O padrão bíblico de família

Mesmo não havendo família perfeita, é possível ter uma família saudável. Porém, é necessário seguir as orientações bíblicas para cada membro da família:

Esposas e mães

"As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor" (Ef 5.22). Quando a mulher é submissa ao marido, quando o obedece, a sociedade, que está se acostumando cada vez mais com um crescente feminismo, considera-a inferior. Mas isso não é verdade. Ser submissa ao marido não é motivo de vergonha, mas de honra, pois, do mesmo modo que o cabeça da mulher é o homem, o cabeça do homem é Cristo.

Além de ser uma boa esposa, a mulher tem de ser uma boa mãe. Sendo sempre sábia, pois assim edificará a sua casa (Pv 14.1).

Esposos e pais

"Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela" (Ef 5.25). É dever do marido amar sua mulher da mesma forma que Jesus amou a Igreja! Ele não deve só governar a sua família, mas deve fazer isso com amor. Isso só poderá ocorrer com a ajuda de Deus, pois Deus é amor (1 Jo 4.8).

O pai deve cuidar da vida espiritual da sua família, assim como Jó, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal, que estava sempre preocupado com a vida espiritual de seus filhos (Jó 1.1-5). E, juntamente com a esposa, ensinar o caminho em que os filhos devem andar, para que, quando crescerem não se desviem dele (Pv 22.6). Amando os filhos, mesmo quando errarem (Lc 15.21,24), e corrigindo-os: "É natural que as crianças façam tolices, mas a correção as ensinará a se comportarem" (Pv 22.15, NTLH).

Filhos

"Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto justo" (Ef 6.1). Filhos, teus pais querem o melhor para você, por isso, obedeça-os. O livro de provérbios é cheio de conselhos para a família, especialmente aos filhos:

"Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não deixes o ensino de tua mãe" (Pv 1.8);

"Filho meu, guarda as minhas palavras, e entesoura contigo os meus mandamentos" (Pv 7.1);

"Um filho sábio alegra a seu pai; mas um filho insensato é a tristeza de sua mãe" (Pv 10.1);

"O que aflige a seu pai, e faz fugir a sua mãe, é filho que envergonha e desonra. Cessa, filho meu, de ouvir a instrução, e logo te desviarás das palavras do conhecimento" (Pv 19.26,27);

"Ouve a teu pai, que te gerou; e não desprezes a tua mãe, quando ela envelhecer" (Pv 23.22);

"O que rouba a seu pai, ou a sua mãe, e diz: Isso não é transgressão; esse é companheiro do destruidor" (Pv 28.24);

"O que ama a sabedoria alegra a seu pai; mas o companheiro de prostitutas desperdiça a sua riqueza" (Pv 29.3).

Quando a família segue os preceitos bíblicos,tudo fica melhor. Quando Deus está no controle da nossa família, podemos ter certeza que viveremos um relacionamento saudável.

Marco Antonio da Silva Filho

Referência:

Deus Fala à Família, SBB, 1997.


Também disponível no Portal ADALAGOAS

Dia dos namorados — Mulher virtuosa

O dia dos namorados está chegando! Gostaria de deixar uma mensagem, não só aos namorados, mas também aos que, da mesma forma que eu, estão solteiros. Na mensagem abaixo, Paul Washer fala sobre a mulher virtuosa. Mulheres, vale a pena ser uma mulher virtuosa de Deus. Homens, procurem por uma mulher que virtuosamente procede (Pv 18.22); o valor dela excede o de rubis, o de joias preciosas (Pv 31.10)!



Por Paul Washer. © HeartCry Missionary Society Inc. Website: heartcrymissionary.com
Original: Paul Washer on the Virtuous Woman. 
Tradução e Legenda:
 voltemosaoevangelho.com



Marco Antonio da Silva Filho

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Kit gay já está nas escolas públicas!



O kit gay já tinha sido distribuído a escolas de Rio Branco. Alunos foram obrigados a assistir aos vídeos do kit, salas chegaram a ser trancadas! Que absurdo! Mas já foi suspenso.

Veja o que informa agazeta.net, do Acre:

Governo suspende distribuição do Kit Gay em Rio Branco

A decisão foi anunciada pelo secretário de justiça e Direitos Humanos Henrique Corinto. O secretário foi convocado pela bancada evangélica na assembléia legislativa do estado, para explicar denúncias de que estudantes da rede estadual de ensino estavam sendo obrigados a assistir os vídeos distribuídos pelo MEC na luta contra a homofobia. Os deputados fizeram questão de assistir os vídeos na presença do secretário.
“Nós recebemos denúncias de estudantes e de pais de alunos, que na escola Armando Nogueira, os professores estavam obrigando os alunos a assistirem os vídeos. Muitos estudantes reclamaram que sequer puderam sair da sala que foi trancada. O próprio diretor da escola confirmou que estava sendo obrigado pelo secretário de educação a exibir os vídeos”, explicou o deputado Astério Moreira (PRP).
Os deputados que não gostaram do filme que trata da paixão de um adolescente do sexo masculino por outro do mesmo sexo, ficaram ainda mais indignados ao saber que apesar de proibidos nos outros estados da federação, os vídeos continuaram a ser exibidos para os estudantes acreanos porque a ação faz parte de um plano piloto em execução em Rio Branco e em Recife.
“Isso é crime. Quer dizer que estão usando nossas crianças como cobaias”? Reclamou a deputada Antônia Sales (PMDB).
Já o pastor José Wildson, presente na reunião informou ao secretário que se o governo insistisse na divulgação do material a sociedade seria mobilizada contra a prática.
“ Se é proibido falar de religião nas escolas porque é obrigado falar de homossexualismo”?  Não vejo bom senso nessa medida e vamos reagir contra. Não podemos ser punidos por defender a família, o que não significa que sejamos contra os homossexuais. Somos contra a indução, a apologia à prática”, esclareceu o pastor.
Após a conversa de aproximadamente duas horas, o secretário de Direitos Humanos declarou suspensa a exibição dos vídeos nas escolas da rede pública da capital.
“O assunto é polêmico e deve ser melhor esclarecido. Não queremos alimentar polêmica por isso decidi suspender a partir de hoje”, disse Henrique Corinto.
Marco Antonio da Silva Filho

Fonte: Reinaldo de Azevedo, CACPagazeta.net.

terça-feira, 7 de junho de 2011

domingo, 5 de junho de 2011

Credo das Assembleias de Deus no Brasil

As Assembleias de Deus no Brasil estão completando 100 anos. Foi fundada no dia 18 de junho de 1911 pelos missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, em Belém, Pará. Inicialmente chamada de "Missão da Fé Apostólica", a Assembleia de Deus tornou-se a maior denominação pentecostal do Brasil e do mundo.

Muitos não sabem qual é o credo assembleiano. Não conhecem sua crença. Então, em que acreditam os pentecostais?

Cremos:

1) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29).

2) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2Tm 3.14-17).

3) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9).

4) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurá-lo a Deus (Rm 3.23 e At 3.19).

5) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da palavra de Deus, para tornar o homem digno do reino dos céus (Jo 3.3-8).

6) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9).

7) No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12).

8) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15).

9) No batismo bíblico no Espírito Santo que nós é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).

10) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo á Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade (1Co 12.1-12).

11) Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira — invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda — visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16,17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14).

12) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10).

13) No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15).

14) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46).

Marco Antonio da Silva Filho

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Bíblia Sagrada — Conhecendo um pouco mais

A palavra “Bíblia” vem do termo grego biblia (“livros”), forma diminutiva de biblos (“livro”), denotando o papiro (tipo de papel da antiguidade que era extraído da entrecasca de uma planta aquática desse mesmo nome) ou o pergaminho. O papiro e o pergaminho são citados nas Escrituras em Jó 8.11 e 2 Tm 4.13.

A Bíblia possui 66 livros e é dividida em duas partes: Antigo testamento — 39 livros — e Novo Testamento — 27 livros. O AT foi escrito, quase completamente em hebraico, somente alguns trechos foram escritos em aramaico. O NT foi escrito em grego (koine).

Antigo Testamento

A Bíblia Judaica é formada apenas pelo AT, dividido em três seções: Torah (A Lei), Nebhiim (Os Profetas) e Ketubim (Os Escritos). Jesus citou essas três seções (Lc 24.44), onde Salmos representa os Escritos. Por conta de alguns grupos de livros serem contados como um só, a Bíblia dos judeus possui 24 livros.

O AT evangélico possui 39 livros, já o católico, tem 7 livros a mais, além de acréscimos a alguns livros. Os acréscimos no cânon católico são considerados apócrifos¹ pelos evangélicos.

Livros e seções do AT

Seções do AT
Livros do AT
Lei ou Pentateuco
Gênesis a Deuteronômio
Históricos
Josué a Ester
Poéticos
Jó a Cantares
Proféticos
Isaías a Malaquias

Novo Testamento

Seus 27 livros estão divididos em 4 partes — Evangelhos, Histórico, Doutrinários, Profético.

Livros e seções do NT

Seções do NT
Livros do NT
Evangelhos
Mateus a João
Histórico
Atos dos Apóstolos
Doutrinários
Romanos a Judas
Profético
Apocalipse

Divisão em capítulos e versículos

A divisão em capítulos foi feita em 1250, a de versículos, entre 1445 e 1551. O Antigo Testamento possui 929 capítulos e 23.214 versículos. O Novo Testamento tem 260 capítulos e 7.959 versículos. A Bíblia, no total, possui 1.189 capítulos, 31.173 versículos, 773.693 palavras e 3.566.480 letras.

Inspiração da Bíblia

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (2 Tm 3.16,17).

Marco Antonio da Silva Filho

¹ A palavra apócrifo vem do grego apochriphos e significava escondido, impuro, espúrio (não legítimo). Em 1546, o Concílio de Trento, convocado pela Igreja Católica, oficializou definitivamente a inclusão, na Bíblia, de sete livros e quatro acréscimos aos livros canônicos, como seguem: Tobias, Judite, Sabedoria de Salomão, Eclesiástico, Baruque, 1 e 2 Macabeus. Acréscimos:ao livro de Ester (10.4;16.24); Cântico dos três Santos Filhos ao livro de Daniel, de (3.24-90); História de Suzana ao livro de Daniel (capítulo 13); Bel e o Dragão ao livro de Daniel (capítulo 14).

Referências:
Dicionário da Bíblia de Almeida. Barueri (SP): Sociedade Bíblica do Brasil, 1999;
Lições Bíblicas Juvenis, A atualidade da mensagem da Bíblia, CPAD;
Manual Bíblico Unger. São Paulo: Vida Nova, 2006;
Série Apologética, Vol. I, ICP.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Manifestação contra PL 122 em Brasília

Fonte: G1
Ela já aconteceu. O Pr. Silas Malafaia afirmou no twitter que mais de 50 mil pessoas estiveram presentes nesta manifestação. Disse também que mais de 1 milhão de assinaturas contra o PL 122 foram entregues nas mãos de José Sarney, presidente do Senado.


Marco Antonio da Silva Filho