segunda-feira, 11 de abril de 2011

A Bíblia eu tenho...

Alguns cavalheiros que pertenciam a uma associação bíblica visitaram uma anciã e lhe perguntaram se ela possuía uma Bíblia. A senhora molestou-se muito de que fizessem tal pergunta a ela e respondeu-lhes: — Creem os senhores que eu seja uma pagã, para que me façam tal pergunta?

Em seguida chamou uma criança a quem disse: — Corra e tire a minha Bíblia do baú e traga-a para que eu ensine a estes cavalheiros uma coisa.

Eles disseram insistentemente que não era necessário fazer aquilo, porém ela respondeu: — Quero que vejam com os seus próprios olhos que não sou uma pagã...

Pouco depois, o menino trouxe-lhe uma Bíblia cujas páginas estavam em excelente estado de conservação. Quando a senhora a abriu, exclamou: — Oh! Como gostei de que os senhores me houvessem visitado e perguntado pela minha Bíblia! Aqui estão os meus óculos, que estavam junto com a Bíblia. Eu estava procurando por eles durante três anos e não havia meio de achá-los...

Comper Gray¹

Não é assim que acontece? Muitos possuem a Bíblia em suas casas, mas não param sequer um minuto para lê-la. Muitas ficam guardadas, bem escondidas, outras até que ficam expostas, abertas em algum versículo (geralmente o Salmo 91), porém, intocáveis. Será que essa é a função da Bíblia Sagrada? Com certeza não.

A Bíblia Sagrada deve ser lida, crida e praticada. Por que ler a Bíblia? Logo mostrarei alguns motivos para ler a Bíblia. Enquanto isso, prossiga lendo-a.


Marco Antonio da Silva Filho

¹Extraído do livro Ilustrações Jogando Luz no sermão, de Josué Gonçalves

Nenhum comentário:

Postar um comentário